Livros Marketing Digital

curso-online-facebook-redes-sociais

Subscreva Canal

Redes Sociais


Vídeo completo da apresentação

Veja aqui um resumo de toda a apresentação no formato texto

Capa e miniatura.
Horários visíveis, telefone e site.
Categoria de museus.
Separadores personalizados.
Fan-gate para aumentar número de fãs. Apenas os fãs conseguem ver determinado conteúdo das páginas. Por defeito o facebook não tem esta funcionalidade ativa, mas podem instalar aplicação gratuita. Pode ver uma exposição virtual, em contrapartida torna-se fã, que é mais que justo.
A métrica “Pessoas que falam sobre isto” deve ser pelo menos 20% do número de fãs. Publicando conteúdos de valor e realmente interessantes, vão conseguir mais pessoas a partilhar, gosto, comentários e interagindo de outros modos.
A métrica “Pessoas que estiveram aqui” 15% é um valor muito interessante. Mas é muito importante que a página do museu esteja configurada com estabelecimento local.

Apostar em publicação de álbuns temáticos e colocar em “destaque” através da funcionalidade nativa do facebook, para obter mais envolvimento.

Ideias para facebook nos museus:
Estimular o visitante para fazer check in, para fotografar e identificar o local. Utilizar rollups e cartazes que eduquem e estimulem nesse sentido. Recomendações de amigos resulta muito bem.
Fotos do espaço, exposição, curiosidades.
Criar eventos de exposições, pois tem um efeito viral. Pode colocar link para inscrições, sejam gratuitas ou pagas.
Utilize o bit.ly para encurtar links, permitindo melhores resultados de partilha nas redes sociais e conseguir saber quantos cliques receberam e em que horários. Importante também para QR Codes.
Fundamental preencher a cronologia da página, para que o fã veja várias informações, aumentando a credibilidade da página e permite fazer um vídeo.
Configure o tipo de páginas e o “Sobre” para poderem ter um mapa de localização, facilitando a visita dos visitantes.

O MoMa é o museu com mais fãs no mundo, e têm um exemplo interessante de transmissão em direto de eventos e exposições. Para isso apenas precisam de uma câmara de filmar com firewire ou webcam HD, e utilizar o Ustream.tv para transmitir, sem custos adicionais. Utilize com fan-gate, para aumentar número de fãs.

Utilize o Issuu.com para criar exposições em formato desfolhável, sendo muito atrativo e diferenciador. Apenas precisam de criar um documento no word, guardam como PDF e enviam gratuitamente para o Issuu, depois basta colocar no site ou redes sociais.

O Cooliris permite criar galerias virtuais de imagens e vídeos, para promover exposições de uma forma muito interessante, como se fosse num museu. Importa diretamente do youtube, flickr, facebook etc.

Crie uma visita virtual interativa com o thinglink. De uma forma muito simples, através de uma imagem, com a planta do museu ou sala de exposição, adicione recursos multimédia para uma experiência interativa fantástica. Qualquer pessoa consegue criar facilmente em poucos minutos.

Utilize o Pinterest para criar boards para cada exposição, é uma rede social muito popular e com ligação com o facebook. Resulta muito bem com museus. Pode colocar um separador da páginas facebook com o pinterest.

O youtube é incontornável. Existem alternativas simples de criar vídeos para alimentar o youtube. É importante personalizar o canal, colocar links na descrição do vídeo, títulos e tags bem identificados.

Crie vídeos com o power point 2010. Basta criar a apresentação e guardar como vídeo. Vai ficar com animações, transições, locução, áudio, vídeos, etc. Fica no formato HD ready (1280*720). Crie vídeos simples.

Outra alternativa é o Windows movie maker, que permite fazer tudo o que precisa no âmbito essencial.

Pode ainda criar vídeos através dos conteúdos da página, transformando em apresentações muito atrativas. Visite http://www.timelinemoviemaker.com/

Para além do facebook é bom diversificar em outras redes sociais:
-Eventbrite, para criar e gerir eventos gratuitos e pagos
-Flcikr, para galerias de fotos
-Scribd, para colocar docs e pdfs no facebook
-Slideshare, para apresentações power point
-Pinterest, para imagem de exposições
-Twitter, importante para SEO e chegar a mais pessoas
-Google+, é uma rede social muito importante, por integrar em muitos recursos Google

Integração com website é importante, porque é o principal meio de comunicação digital das organizações. Utilize a caixa gosto, comentários, responsive para colocar site dentro do separador facebook para reservas, galeria, etc. Criar galeria virtual com likes. Importante que seja rápido e simples.

É importante estar preparado para mobile. Pode ter o site responsive, via plugin ou converter website. As landing pages mobile são importantes, especialmente com links que são partilhados no facebook. Criar aplicações para smartphones, permite uma experiência de mais proximidade com clientes. Consulte o Google Analytics, para ver quantas visitas recebem mobile.

Google forms para inscrições em eventos e exposições, gratuitamente.

Existem cerca de 2000 museus devidamente identificados no facebook, no qual o Serralves ocupa o lugar 28, o que é algo notável.

O seu museu está no Google Maps? Crie locais no GMaps, Foursquere e facebook. É gratuito e simples. Beneficiando nas pesquisas orgânicas e geo-localização.

QR codes são interessantes para criar experiência interativa ao longo da visita no museu. Utilize o bit.ly para perceber que partes da exposição desperta mais interesse.

Para aumentar check in, utilize imagens que estimulam a ação, que pode fazer download de PDFs oficiais do facebook para este efeito.

Resumindo, fica uma lista dos principais aspetos:

  • Publicação no topo e em destaque
  • Imagem, vídeo, interagir e passatempos
  • Personalizar página e fan-gate
  • Integrar website e outras redes sociais
  • Google Maps e outros locais
  • QR Codes, visitas virtuais interativas
  • Site e App mobile

É também importante o museu investir na newsletter, seja de forma automática com o feedburner, ou uma forma mais avançada com software no seu próprio servidor ou serviços de terceiros. Pode igualmente usar o Google calendar, para divulgação de eventos. O Trip Advisor é fundamental para qualquer museu, para que obtenha mais vistas e comentários.
É importante aprender com quem tem mais fãs, para além do Socialbakers, podem ver aqui a lista dos top museus mundiais: http://www.museum-analytics.org/facebook/

Teste regularmente novas ideias!

Veja estes artigos, também vai gostar:
Redes Sociais para Turismo em Lisboa
Inscrições: www.portaldosucesso.pt/redesturismolisboa e evento facebook aquiREDES SOCIAIS PARA TUR
Saiba tudo sobre as novas Estatísticas Facebook
Novas estatísticas facebook:
Redes Sociais para Empreendedores
New Page 1 Vídeo de encerramento do evento   Vídeo completo Redes Sociais
FNAC Facebook Empresas
Vídeo resumo da apresentação Slides da apresentação Transcrição dos sli
blog comments powered by Disqus